niobiocash, uma criptomoeda brasileira - DEPOISDAS22

niobiocash, uma criptomoeda brasileira

niobiocash, uma criptomoeda brasileira

Um assunto que não era muito conhecido no país se tornou foco de muitas pessoas, sejam investidores, estudiosos ou apenas curiosos. Mesmo assim, o mercado brasileiro ainda está dando seus primeiros passos no mundo das criptomoedas.

Nosso querido país já debutou algumas moedas no mercado, sendo a mais recente o Nióbio Cash, um projeto que pretende não apenas ser um instrumento financeiro ou uma simples ferramenta de especulação, mas que pretende encorajar a produção e pesquisa brasileira do Nióbio, um minério importante utilizado na indústria siderúrgica e fundamental para a indústria de alta tecnologia.

Também conhecida como Nióbiocash, Nióbio, NBR, ou sem acento como niobiocash a moeda está a movimentar o mercado aqui no Brasil e em outros países.

DO BYTECOIN AO BRASIL


O Nióbio Cash foi desenvolvido com base no Bytecoin (que também deu origem ao Monero), e possui algumas das características fundamentais das criptomoedas: segurança por criptografia, anonimato nas transações, descentralização e a capacidade de ser minerado. O principal diferencial do projeto, de acordo com o white paper, é a “divulgação e a valorização da identidade e das riquezas nacionais“.

O projeto não consiste em um token em outro blockchain, e sim, uma criptomoeda totalmente nova. Com um suprimento máximo de 336 milhões de NBR e um tempo médio de mineração de bloco de 2 minutos, a criptomoeda segue a proposta de deflação, que faz com que seu valor aumente ao longo do tempo.

Marconi Soldate, criador do projeto, falou um pouco sobre o Nióbio em uma entrevista à DowBit Brasil:

“(o NBR) tem atraído muitas pessoas interessadas em entender o que é uma criptomoeda. Optamos pela segurança de um código já robusto, que está rodando há alguns anos.”
UMA RIQUEZA BRASILEIRA
Além de buscar expandir o conhecimento do mercado brasileiro em relação às criptomoedas e seus benefícios, o Nióbio Cash traz consigo um foco interessante: a pesquisa do potencial do minério Nióbio. Em 2014, o Brasil foi responsável por 94% da produção mundial do minério e cerca de 98% das reservas mundiais se encontram nas terras tupiniquins.

O problema, entretanto, é que o metal é facilmente substituível por outros em alguns processos industriais, e quando não é, basta uma pequena quantidade de nióbio. A principal desvantagem brasileira, é que não possuímos tecnologia para explorar completamente as capacidades do minério, e somos forçados a exportá-lo na forma de uma liga de ferro e nióbio (ferronióbio) composta de 2/3 de nióbio e 1/3 de ferro. Isso impede que o Brasil desenvolva e venda produtos mais sofisticados que usam o nióbio (como supercondutores).

A proposta do projeto Nióbio Cash é usar metade dos lucros advindos dos grupos de mineração da criptomoeda na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para o nióbio. Marconi explicou:

“(…) resolvemos partir para um diferencial de vincular a moeda à pesquisa das potencialidades das riquezas do país, em especial o nióbio. 50% da arrecadação líquida (da mineração da criptomoeda) será para esse propósito. (…) a proposta do Nióbio Cash é ser a porta de entrada do brasileiro no mundo das criptomoedas e, em conjunto, ajudar a divulgar e valorizar as riquezas naturais do país. Esse aspecto nacionalista da moeda, utilizando a bandeira nacional, é um diferencial.”


O MERCADO DA CRIPTOMOEDA NIÓBIO CASH


O projeto ainda está em suas etapas iniciais, mas negociações sobre a possibilidade de ser listado em algumas corretoras já estão ocorrendo e Marconi aponta a dificuldade gerada pela desconfiança em relação à criptomoedas brasileiras após o caso da Kriptacoin:

“Um dos apoiadores do Nióbio Cash me passou hoje o contato com a Braziliex. Tive uma conversa com eles e me pareceram bem interessados. Depois do Kriptacoin, fica todo mundo com um pé atrás com moedas brasileiras. Então, no contato inicial, o que procurei mostrar é que o Nióbio Cash é uma moeda de verdade e não golpe ou pirâmide”.
De acordo com ele, o objetivo é permitir que as pessoas troque diretamente moeda fiat por NBR, sem a necessidade de antes comprar Bitcoins para poder trocá-los por Nióbio Cash.

Marconi concluiu dizendo:

“Quanto mais bagunçado o governo, mais importante é a invenção da criptomoeda. Ela possibilita que as pessoas se defendam da irresponsabilidade dos governos. Isso é o mais importante. E o primeiro país que criar ou adotar uma criptomoeda com parâmetros honestos e permitindo claramente a sua aceitação de maneira geral, irá sair em vantagem.”
Teremos de esperar para ver o que o futuro aguarda para o projeto, mas é possível supor que o grande número de pessoas que vêm se informando sobre ele garantirá que o Nióbio Cash consiga tempo para desenvolver e implementar novas características e se destacar no mercado nacional e talvez até no internacional. Será que o apelo nacionalista do Nióbio Cash será sua grande vantagem? Continuaremos a acompanhar o projeto. Deixe sua opinião sobre o NBR nos comentários e compartilhe nossa página no Facebook.

 

fonte: dowbit

Olá, deixe seu comentário para niobiocash, uma criptomoeda brasileira


Enviando Comentário Fechar :/